Depressão ou Tristeza?

0
243

A depressão é uma das doenças mentais mais faladas atualmente. Estima-se que mais de trezentos milhões de pessoas sofram desta doença em todo o mundo. No entanto, há diferenças entre estar triste e estar com depressão, sabe distingui-las? Sabe se sofre desta doença?

Está triste ou tem depressão?

É normal estar triste e sentir-se desanimado porque aconteceu algum contratempo na sua vida. Por vezes, estes estados de tristeza prolongam-se quando é devido a uma situação mais complexa como a perda de um familiar ou amigo ou uma situação de desemprego. No entanto, a razão está clara porque se sente assim e poderá aceitar a dor e até ultrapassar a situação ou a perda que sentiu. Aceitar o processo e a sua tristeza é o melhor que poderá fazer para conseguir enfrentar essa situação.

Se sente que não tem vontade de fazer nada, sente-se aborrecido até a fazer as coisas que mais gosta, provavelmente, é devido a uma depressão. Geralmente, a depressão surge de emoções que não se permite sentir ou aceitar. Poderá ser devido ao stress que tem acumulado e graças ao ritmo de vida que, por isso, não tem tempo para lidar com suas emoções. Claro que também pode surgir depois de um desafio da vida, mas revela-se por se prolongar por mais tempo e ter maior dificuldade em ultrapassar a tristeza. Isso acontece porque as emoções ficam reprimidas pelo esforço de aparentar estar sempre bem. Acaba por interferir na sua autoconfiança e a sua autoestima. Os sentimentos de culpa e/ou incapacidade tornam-se mais constantes.

A diferença entre a depressão e um estado de tristeza é que a depressão prolonga-se por mais tempo podendo durar vários anos, não se consegue associar apenas a um acontecimento ou contratempo e traz uma grande desvalorização pessoal e até incapacidade de se relacionar com as outras pessoas. Quando se tem depressão, muitas vezes, sente-se que o mundo está contra si, ou como se nada tivesse sentido, e que se não consegue atingir objetivos.

Sintomas da depressão:

  • Falta de interesse;
  • Cansaço excessivo e dificuldade em se concentrar;
  • Distúrbios no sono – dormir demasiado ou não conseguir dormir;
  • Falta de apetite ou apetite excessivo;
  • Dificuldade em relacionar-se com os outros;
  • Irritabilidade e dificuldade de encarar a vida de uma forma positiva;
  • Falta de autoestima e de autoconfiança;
  • Incapacidade de tomar decisões;
  • Dores de cabeça ou no peito;
  • Oscilações de humor repentinas.
  • Pensamentos suicidas ou relacionados com a morte.

Se pensa que poderá estar com depressão, a melhor solução é consultar um especialista para conseguir ultrapassar esta doença. Deixo alguns passos que pode começar a tomar, mas que não substituiem a consulta com um especialista.

Alguns Passos para Melhorar da Depressão

Existem dois passos importantes para tratar da depressão. O primeiro é encontrar uma forma de libertar as emoções que tem contidas ou reprimidas dentro de si.

Para isso, pode começar por:

  • Escrever um pequeno apontamento por dia com a descrição do seu humor;
  • Fazer atividade física que goste e que sinta que liberta todas as suas emoções negativas;
  • Cantar ou dançar, ou até mesmo gritar ( se tiver um local onde o possa fazer) ou bater em almofadas ou rasgar papel para libertar as suas emoções negativas;
  • Reservar algum tempo para cuidar de si.

Os especialistas recomendam que o melhor para o tratamento da depressão é conciliar um apontamento daquilo que sente por dia com atividade física.

O segundo passo é treinar a sua mente para manter pensamentos positivos. Não estou a dizer que é fácil. Até porque temos milhares de pensamentos por dia e é muito difícil estar atento a tantos pensamentos. No entanto, quando perceber que está a pensar demasiado num assunto preocupante ou desanimador, concentre-se numa frase positiva ou numa qualidade que tenha (se não souber qualidades suas, pergunte a amigos ou familiares). Faça um esforço para duvidar de pensamentos negativos e autodepreciativos, como refere o autor Augusto Cury no seu livro Treinar as Emoções para Ser Feliz. Não os aceite como verdade, faça uma lista de argumentos contra as suas críticas interiores. Melhore o seu diálogo interior. Toda a sua perceção da realidade pode ser alterada com a mudança da sua perspetiva.

Por todas estas razões e para o seu bem-estar, reserve algum tempo para refletir sobre este assunto. Se sentir que pode ter depressão consulte um psicólogo ou o seu médico de família.

Para terminar, neste vídeo ficam algumas perguntas para ajudar a superar uma situação difícil ou no caso de depressão:

Lembre-se que a sua felicidade está nas suas mãos! Por isso, tome agora as ações necessárias para que a sua vida se torne uma experiência única e cheia de alegria!

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here