Domingo , 19 de Novembro de 2017
Home / Turismo / Cidade do Montijo

Cidade do Montijo

Embora durante qualquer época do ano, uma deslocação ao Montijo proporcione um agradável passeio, há no entanto momentos altos na vida da cidade que tornam obrigatória uma visita.

Emblema da cidade do Montijo
Emblema da cidade do Montijo

Carnaval de Montijo

Com o seu espetacular Corso e a alegria esfusiante de todos os participantes. Uma festa que rivalizava com o que de melhor se faz pelo país fora. Agora realizado, com retorno às origens : Desfile pela Praça da República e Avenida dos Pescadores, com entrada franca.

Festas Populares de São Pedro

Na última semana de junho, (29 de junho Feriado Municipal) a cidade transforma-se no ponto de encontro obrigatório de milhares pessoas. Festejando São Pedro, as festas, constam de Procissão, Bênção do rio e dos Barcos, tradicional ‘Bodo’ de Sardinha Assada oferecida aos visitantes, Queima do Batel, Festivais de Folclore, Corridas e Largadas de Touros.

Poderá ainda apreciar as Festas da Nossa Senhora da Atalaia, na Atalaia, que se realizam durante três dias, (última semana de agosto) com especial incidência no último domingo do mês de agosto.

Tem também as Festas da Nossa Senhora da Oliveira, em Canha, que se realizam durante o mês de setembro (primeiro fim de semana). E, pode ainda apreciar as festas das Taipadas / Canha, no mês de junho.

Sobre festas ainda há as Festas populares de São João das Craveiras – Craveiras / Pegões, no mês de julho.

Aconselho também uma visita às Festas de Afonsoeiro, que começam a marcar presença e se realizam no mês de agosto.

E ainda fora de portas, tem as Festas Populares das Vindimas em Foros do Trapo e Faias no mês de setembro.

Não deve ser esquecido o aniversário da cidade de Montijo, que se comemora a 14 de agosto, sempre acompanhado de festejos diversos. Há ainda a feira de Natal e a Feira Nacional do Porco e Feira Nacional da Salsicharia.

Lazer

Para um contacto mais direto com a natureza, sugiro um passeio à beira rio e uma visita ao Parque Municipal, local bastante arborizado e com grandes extensões de relva. Digna de uma visita é também a zona do Bairro dos Pescadores, casas típicas com janelas floridas, pátios e floridos jardins, são pequenas maravilhas.

Gastronomia

A proximidade do rio Tejo favorecendo um conjunto de produtos típicos de estuário, tais como enguias e lamejinhas, a sua importância como grande centro produtor de carne de porco e seus derivados, fizeram desenvolver no Montijo verdadeiras especialidades gastronómicas, justificando que o visitante se detenha perante alguns dos pratos típicos da região, onde se destacam a Caldeirada à Pescador e o Lombo de Porco com Amêndoas.

Touradas e Largadas de Touros

Região de Gado Bravo, não podia faltar no Montijo esse espetáculo de arte e coragem que é a tourada. Possuindo uma ótima Praça de Touros, aqui se deslocam milhares de pessoas durante toda a época tauromáquica. Nos dias de festas e feiras importantes as ruas do bairro antigo animam-se com as largadas de touros, constituindo autênticas Festas Populares.

Artesanato

Ver o Oleiro moldar o barro e fazer simples e belas peças é um daqueles momentos privilegiados que ainda se pode ter em Montijo. São de assinalar os barcos em miniatura rigorosamente trabalhados, os trabalhos em cortiça, os artigos de cobre e a construção de violas, guitarras e cavaquinhos.

Visitas obrigatórias

  • Igreja Matriz do Espírito Santo : Edifício dos finais do século XV, princípios do século XVI. paredes interiores revestidas de azulejos azuis e brancos do século XVIII, representando cenas da vida da Virgem. Abóboda do guarda-vento revestida de azulejos enxaquetados azuis e amarelos do século XVII. Capela-mor Manuelina. Portas Renascentistas.
  • Igreja da Misericórdia (agora aberta ao público) : Construção do século XVI. Paredes interiores revestidas com azulejos polícromos tipo ” tapete “, do século XVII.
  • Ermida do Nosso Senhor Jesus dos Aflitos (totalmente recuperada) : Edifício do século XVIII, integrado num conjunto outrora pertencente ao Morgado de Luísa Saldanha de Gama. Do seu recheio artístico, fazem parte um Cristo em marfim. Arte Indo-Portuguesa do século XVII-XVIII, e uma pietà em madeira policroma do século XVII. Estas peças foram inventariadas pelo I.P.P.C. em 28 de setembro de 1989.
  • Templo de Nossa Senhora da Atalaia (na Atalaia)
  • Igreja da nossa senhora da Oliveira (em Canha)
  • Capela da Nossa Senhora do Rosário (em Canha)
  • Igreja Matriz de São Jorge (em Sarilhos Grandes)
  • Ermida de Nossa Senhora da Piedade (em Sarilhos Grandes)

Igreja em Montijo

Informações

Gentílico:

  • Montijense
  • Aldeano
  • Aldegalense

População : 51 222 habitantes numa Área de 348,62 km²
Fundação do município : 15 de Setembro de 1514
Região : Lisboa
Sub-região : Península de Setúbal
Distrito : Setúbal
Antiga província : Ribatejo
Código postal : 2870 Montijo
Sítio oficial http://www.mun-montijo.pt

Para os que gostam de uns momentos bem passados, em ambiente agradável, Montijo proporciona algumas boas surpresas. Desde o pequeno Bar calmo e quase familiar, à trepidante Discoteca tudo existe para lhe dar momentos de prazer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *