Manutenção natural de um aquário tropical

0
269

Regra prática: quanto maior for o aquário, menos manutenção exigirá.

Cuidados Diários

São necessários somente cinco minutos por dia para:

  • Ligar e desligar as luzes;
  • Verificar a temperatura da água;
  • Inspeccionar o funcionamento do filtro;
  • Alimentar os peixes.

Cuidados semanais

São necessárias duas a quatro horas por mês (dependentemente da quantidade de peixes e do tamanho do aquário) para mudanças de água semanais ou bimensais ou outros trabalhos de limpeza. Não é necessário mais trabalho – também se pode matar os peixes por zelo em demasia…

Mudança da água: No caso de aquários pequenos ou com muitos peixes (em relação ao tamanho do aquário), deve fazer-se uma mudança parcial de água uma vez por semana. Nos aquários maiores ou com poucos peixes, uma mudança parcial da água cada duas ou três semanas será suficiente.

Testar a água: A qualidade da água deve ser testada uma vez por semana, pelo menos. Deve fazer os testes de nitritos, ph e kh. Veja a minha página sobre a instalação de um aquário para esclarecimentos sobre estes valores, clicando aqui.

Manutenção de acordo com as necessidades da altura

  • Remoção de folhas de plantas que estejam mortas ou já a apodrecer;
  • Poda e/ou desbaste das plantas;
  • Remoção de algas dos vidros;
  • Limpeza do filtro: o filtro deve ser limpo em caso de sensível quebra de potência, o que geralmente é indicativo de que os meios de filtragem já começam a estar sobrecarregados.

Cuidados bianuais

Substituição das lâmpadas fluorescentes: mesmo que elas ainda aparentem estar a funcionar bem! Se utiliza duas lâmpadas, mude uma após seis meses e outra no mês seguinte.

A mudança parcial da água (semanal ou bimensal)

Quantas vezes e quanta água se deve mudar de cada vez?

Os intervalos e a quantidade de água a mudar dependem de:

  • O tamanho do aquário
  • Do número e tamanho dos seus habitantes
Ciclo de vida de um aquário
Ciclo de vida de um aquário

Exemplo quanto à quantidade e periodicidade das mudanças de água

[one_third]Capacidade do aquário[/one_third][one_third]Quantidade a ser mudada[/one_third][one_third_last]Frequência das mudanças parciais da água[/one_third_last]
[one_third]50 – 60 litros[/one_third][one_third]10 – 20 litros[/one_third][one_third_last]Semanal[/one_third_last]
[one_third]80 – 100 litros[/one_third][one_third]20 litros[/one_third][one_third_last]Semanal[/one_third_last]
[one_third]110 – 120 litros[/one_third][one_third]20 – 30 litros[/one_third][one_third_last]Semanal[/one_third_last]
[one_third]160-200 litros[/one_third][one_third]30 – 40 litros[/one_third][one_third_last]Semanal[/one_third_last]
[one_third]250 – 300 litros[/one_third][one_third]50 – 60 litros[/one_third][one_third_last]Bimensal[/one_third_last]
[one_third]Mais de 300 litros[/one_third][one_third]Aproximadamente 20%[/one_third][one_third_last]Cada 3 ou 4 semanas[/one_third_last]

Nitritos

Os nitritos são o resultado da decomposição dos excrementos dos peixes. Os nitritos bloqueiam a distribuição de oxigénio pelo corpo do peixe. Isto significa que caso existam elevados níveis desta substância na água, os peixes podem morrer como que sufocados.

Por tudo isto, deve fazer uma verificação da concentração desta substância na água pelo menos uma vez por semana.

[one_half]Resultados do teste de nitritos[/one_half][one_half_last]Avaliação[/one_half_last]
[one_half]0,1 mg/l ou menos[/one_half][one_half_last]Está tudo bem. Faça as mudanças de água como habitualmente.[/one_half_last]
[one_half]0,3 mg/l[/one_half][one_half_last]A água está poluída.[/one_half_last]
[one_half]0,5 mg/l[/one_half][one_half_last]A água está extremamente poluída. Faça uma mudança de água de 30%.[/one_half_last]
[one_half]1,0 mg/l[/one_half][one_half_last]Faça imediatamente uma mudança de 50% da água do aquário! Procure a causa inicial do problema e retifique o que estiver errado.[/one_half_last]

Podem existir várias causas para um elevado nível de nitritos:

  • O seu aquário está sobrepovoado. Está a funcionar há demasiado tempo (mais de 4 semanas) com peixes a mais;
  • O filtro não está a funcionar corretamente;
  • Talvez tenha utilizado medicamentos para tratar qualquer doença. Não se esqueça que os medicamentos não distinguem uma bactéria “boa” de uma “má”;
  • Talvez tenha deitado muita comida, vezes demais.

Como se livrar das algas

Nos vidros do aquário, mas também nas pedras e folhas de plantas, podem surgir colónias de algas verdes, sob a forma de pequenos pontos. Não se preocupe com este tipo de algas. Elas só se desenvolvem se a qualidade da água for boa. Para um controlo natural deste tipo de algas, poderá introduzir peixes comedores de algas. As algas verdes que crescem nos vidros do aquário podem ser facilmente removidas com um raspador magnético (à venda nas lojas da especialidade).

Mais informações sobre aquários aqui: http://www.terravista.pt/321/definicao-aquarios.html

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here