Domingo , 19 de Novembro de 2017
Home / Dicas / Artes manuais / Programa de acrobacia de F3A

Programa de acrobacia de F3A

Descritivo de algumas acrobacias realizadas com um avião do tipo F3A.

Descrição das Manobras

1- Sequência de descolagem (K=1)

O modelo é colocado na pista parado, descola, roda 90º de modo a que se afaste da linha do júri. Depois de definir a saída dessa volta, descreve outra de 270º para o outro lado, a fim de efectuar a passagem com vento de cauda. No fim da passagem deve ser efectuada uma volta de 180º ou qualquer outro tipo de figura de inversão de sentido, à escolha do piloto.

Penalizações:
1. O modelo não segue a sequência de descolagem, zero pontos.
Nota: Só serão concedidas nesta manobra as pontuações zero ou dez.

2 – Oito de nível (K=2)

O modelo executa uma volta e um quarto de nível, em qualquer sentido até 470º. Neste ponto inicia de imediato outra volta e um quarto, de nível, em sentido contrário, também com 470º, saindo em voo horizontal à mesma altura de entrada e em igual sentido.

Penalizações:
1. Não manter o mesmo nível de voo.
2. Executar os círculos horizontais desiguais.
3. Não executar o ponto de cruzamento dos círculos no mesmo local e nível.

3 – Immelman (K=2)

O modelo sobe e executa meio loop interior e de imediato faz meio tonneau em qualquer direcção, retomando o voo direito nivelado a uma altitude superior à de entrada.

Penalizações:
1. Mudança de atitude durante a execução do meio loop ou do meio tonneau.
2. O meio tonneau não é executado imediatamente a seguir ao meio loop.
3. O meio loop não é feito com raio constante.

4 – 1/2 tonneau horizontal seguido de 1/2 ton. descendente (K=3)

O modelo executa uma rotação de 180º sobre o seu eixo longitudinal após o que inicia uma descida vertical executando em seguida outra rotação de 180º em sentido oposto ao da primeira, antes de retomar o voo nivelado horizontal.

Penalizações:
1. Se as rotações forem diferentes de 180º
2. Se o modelo não desce à vertical
3. Se os meios tonneaux tiverem o mesmo sentido

5 – Meio oito cubano (K=2)

O modelo inicia um loop interior direito e quando se encontra em descida invertida a 45º, executa meio tonneau em qualquer direcção e recupera o voo horizontal nivelado.

Penalizações:
1. Loop não redondo
2. O modelo não está a 45º antes e depois do meio tonneau.
3. Meio tonneau com mais ou menos de 180º de rotação.

6 – Tonneau a subir a 45º (K=2)

O modelo efectua uma subida a 45º,a meio da qual efectua uma rotação completa sobre o eixo longitudinal, em qualquer sentido.

Penalizações:
1. Não subir a 45º
2. Mudar de direcção durante o tonneau.
3. Alterar a velocidade de rotação.

7 – Inversão com meio loop interior (K=1)

O modelo efectua meio tonneau em qualquer direcção, seguido de meio loop interior retomando o voo direito nivelado a uma altitude inferior à de entrada.

Penalizações:
1. Meio tonneau com mais ou menos 180º.
2. Meio loop não redondo.
3. Asas não niveladas durante a execução do meio loop.

8 – Tonneau em dois tempos (K=3)

O modelo executa uma rotação completa sobre o seu eixo longitudinal fazendo uma pausa ao passar ao voo invertido.

Penalizações:
1. Os meios tonneaux não são de 180º.
2. Variar a velocidade antes e depois da pausa em voo invertido.

9 – Queda de asa (K=2)

O modelo sobe à vertical, no topo descreve uma rotação de 180º sobre a ponta de qualquer das asas, iniciando de seguida uma descida à vertical. Retoma o voo horizontal ao mesmo nível de entrada e no mesmo sentido.

Penalizações:
1. Não estar na vertical na subida e/ou na descida.
2. Executar uma rotação no topo da figura diferente de 180º.

10 – Três loops interiores (K=2)

O modelo executa três loops interiores a partir da posição de voo direito e nivelado.

Penalizações:
1. Mudança de direcção durante os loops.
2. Loops não redondos.
3. Loops não sobrepostos.
4. Fazer batimentos de asas durante os loops.

11 – Sequência de aterragem (K=1)

A potência reduzida, o modelo executa uma volta de 180º, de nível ou a descer na pernada do círculo a favor do vento, percorrendo-a, após o que executa uma nova volta de 180º para entrar na pista contra o vento. De seguida, o modelo faz-se à pista com uma razão de descida constante até tocar o solo na zona de aterragem. A sequência de aterragem estará completa após o modelo rolar 10 metros.

Penalizações:
1. Não seguir a sequência de aterragem. Pontuação zero.
2. Recolha de qualquer parte do trem de aterragem. Pontuação zero.
3. Aterrar fora da zona prevista para a aterragem. Pontuação zero.
Nota: sómente duas pontuações podem ser atribuídas: zero ou dez.

modelismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *