Quinta-feira , 19 de Outubro de 2017
Home / Economia / 4 fatores a ter em conta quando comprar carros usados

4 fatores a ter em conta quando comprar carros usados

Muitas vezes, comprar um carro novo é uma despesa que impacta o orçamento mensal das famílias. Para além disso, é uma decisão que, se não for ponderada, pode acarretar custos bastante elevados. E, para não sair pior a emenda que o soneto, na hora de comprar carros usados, é importante ter em atenção uma série de fatores.

Comprar carros usados: 4 fatores a não descurar
Comprar carros usados: 4 fatores a não descurar

Sabe qual é o melhor crédito para comprar viaturas usadas? Tem ideia de onde conseguir o melhor negócio? Na compra de carro usado, sabe que seguro deve fazer? Se tem estas e outras dúvidas, este artigo é para si.

  1. Leve a viatura ao mecânico!

Os negócios em segunda mão têm riscos, seja qual for o tipo de produto. Comprar carros usados não é exceção. Portanto, antes de fechar qualquer negócio é importante fazer um check-up completo ao automóvel.

Se tiver um mecânico de confiança, o melhor é levar o lá carro para analisar todas as potenciais falhas no veículo. Caso contrário, em redes de oficinas como a Midas ou Carpneu pode pedir um check-up automóvel gratuito.

Mas por vezes urge fazer uma inspeção mais cuidadosa: verifique toda a pintura do veículo, procurando por arranhões, amolgadelas, ou sinais de ferrugem, verifique o desgaste dos pneus, veja se o chassis não está danificado, dê uma olhadela no interior do carro para ver se os assentos estão danificados e, claro, verifique todas as luzes do veículo para ver se estão em ordem.

  1. Compare créditos para comprar carros usados

Para comprar carros usados pode ser preciso financiamento, sendo possível pedir um crédito para esse fim. Em Portugal, a maioria das instituições oferece crédito pessoal para a compra de carro ou mota, sendo importante comparar todas as opções.

  1. Seguro automóvel: aposte no melhor

Outra decisão importante a tomar aquando da compra de um carro usado é a escolha de um seguro automóvel que se adeque à situação específica.

Aqui precisa de ter atenção à antiguidade do veículo usado. A partir dos 5/6 anos já se torna mais difícil contratar um seguro de danos próprios. A partir desta antiguidade torna-se mais limitada e normalmente menos económica a oferta das seguradoras.

Antes disso pode escolher o seguro automóvel como se de um carro novo se tratasse. Contudo, no mercado, existem algumas soluções específicas para veículos usados cujo valor comercial é mais baixo e em que deixa de compensar a subscrição da cobertura de danos próprios: por exemplo, a Fidelidade tem um seguro apropriado para estas situações.

  1. Pesquise online pelo negócio mais competitivo

Longe vão os tempos em que a compra de carros usados se fazia através do amigo do amigo ou no stand da região onde mora. Hoje, aproveitando as potencialidades da Internet, pode ter acesso a vastas plataformas onde pode encontrar bons negócios.

Pode, por exemplo, utilizar o site do StandVirtual para comprar carros usados em qualquer parte do país. Ou, em alternativa, pode utilizar as plataformas do OLX ou da Auto SAPO, que servem o mesmo fim.

0

Check Also

Moedas do canada

O Dólar Canadiano é à moeda do Canada

O dólar canadiano é a moeda oficial do Canadá desde 1858. É a sétima moeda …

Um comentário

  1. Maria Francisco Ribeiro

    Levo sempre a viatura ao mecânico exactamente por esse motivo. Mais vale gastar 50€ do que perder uns 1000€ em arranjos mais tarde. Dou os 50€ como se fosse um seguro !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *