Facebook lança Hotline, um Clubhouse like

Uma nova rede social para o gigante das redes sociais que mais uma vez copia um concurso: Hotline.

O Facebook não parece ser um grande simpatizante da concorrência e tem vindo a tentar copiar todas as novas redes sociais emergentes, ou então comprá-las.

Face ao sucesso do Clubhouse, o Facebook lançou a Hotline, uma aplicação com um design semelhante mas destinada a um público mais profissional.

Já circulavam rumores sobre o serviço, mas agora é oficial: o Facebook acaba de lançar a Hotline, um serviço que pisa nos dedos dos pés do Clubhouse.

O grupo interno de R&D do Facebook, NPE Team, lançou na quarta-feira a aplicação em beta teste.

O que é à Hotline?

A aplicação permite, tal como o Clubhouse ou mais recentemente o Twitter Spaces, juntar-se a salas em que os criadores se dirigem ao seu público que pode então fazer perguntas.

Imagem da Hotline do Facebook
Funcionamento da Hotline do Facebook onde os utilizadores podem votar a favor ou contra as perguntas. Imagem: Facebook

Mas onde a Hotline se destaca da concorrência é na inclusão do modo vídeo com o qual tem muita experiência.

Os criadores podem optar por estar apenas em áudio ou ligar a sua câmara se assim o desejarem.

Foi através de uma livestream com o investidor imobiliário Nick Huber que o anúncio foi feito.

Qual é o publico alvo da Facebook para a Hotline?

Huber representa o tipo de criador com quem o Facebook quer trabalhar na Hotline.

Alguém que seja motivador e competente na sua área, capaz de levar os espetadores a desenvolver as suas competências profissionais.

No caso desta sessão tratava-se do Huber explicar como investir em imóveis industriais para obter uma segunda fonte de rendimento.

Difere um pouco do Clubhouse, que foi concebido para criar salas em que os utilizadores são livres de se exprimirem, com conteúdo apenas registado se o anfitrião o especificar.

O Facebook não podia ficar satisfeito com uma simples cópia, por isso com a Hotline traz uma solução mais profissional que se aproxima de uma conferência interativa.

Os utilizadores podem fazer perguntas e reagir com emojis. As sessões são então automaticamente registadas.

O criador pode então carregá-las para outras redes, tais como o Facebook ou o Youtube.

Para o lançamento, a Hotline está disponível gratuitamente e aberta a todos (mas ainda não disponível em Portugal).

O Facebook não comunicou as suas intenções relativamente a esta experimentação, mas a aplicação poderá eventualmente ser integrada diretamente no Messenger se encontrar o seu público.

Deixe um comentário