Facebook vai lançar conjunto de produtos de áudio social e podcast

Há rumores que apontam para uma série de anúncios do Facebook nesta segunda-feira, em que a rede social introduziria vários produtos, incluindo um concorrente direto do Clubhouse, bem como uma plataforma de descoberta de podcasts, em colaboração com a Spotify.

O Facebook quer definitivamente entrar nos canais auditivos dos seus utilizadores.

Várias fontes da revista Recode falam de lançamentos de produtos que poderiam ter lugar já hoje.

Estes produtos seriam agrupados na categoria de áudio social.

O Facebook quer um concorrente direto ao Clubhouse

Há quase um ano, o Facebook lançou uma funcionalidade chamada Rooms.

Permite aos utilizadores lançar pequenas videoconferências nas quais todos os seus amigos podem participar, ou apenas pessoas convidadas.

O objetivo era oferecer uma resposta à explosão na utilização de serviços de videoconferência, e ao Zoom em particular.

A partir de agora, estas salas irão evoluir, com características muito semelhantes às do Clubhouse.

Nos seus testes, o Facebook chamou basicamente a esta opção “live audio”.

Imagem da Hotline do Facebook
O Facebook vai lançar a Hotline, uma aplicação concorrente do Clubhouse mas centrada no vídeo

Ao criar um salão, um utilizador pode escolher um método para limitar a conversa apenas à voz.

Também, tal como o Clubhouse, apenas algumas pessoas poderão falar, sendo o resto dos participantes apenas ouvintes.

Outras redes sociais estão a trabalhar num produto que oferece as mesmas opções.

Este é o caso do LinkedIn, mas também do Twitter.

Um perigo para o Clubhouse, alegando uma valorização de 4 mil milhões de dólares.

Uma ferramenta de descoberta de podcasts com Spotify

A fim de perseguir o áudio, o Facebook gostaria que os seus utilizadores pudessem descobrir podcasts.

A empresa de Mark Zuckerberg está alegadamente a fazer uma parceria com a Spotify.

Esta parceria pode assumir várias formas, o que é ainda pouco confuso para a Recode, e para nós também.

No entanto, Facebook e Spotify já criaram várias integrações no passado, nomeadamente em Stories.

Outra, menos glamorosa, tem sido permitir o acesso direto às mensagens privadas dos utilizadores.

Spotify tem vindo a investir em podcasts desde há vários meses, entre compras e criações originais, e seria diretamente gratificado por uma vasta base de utilizadores.

Resta saber se o Facebook irá integrar um leitor na sua rede social, ou se os utilizadores terão de ir a Spotify para ouvir um podcast.

Mensagens áudio para o fluxo de atualidades

O último produto, bastante estranho de facto, consistiria na publicação de mensagens áudio curtas no feed de atualidades.

Funcionaria de forma semelhante à publicação de uma imagem, um texto, um link, etc.

É difícil imaginar quais seriam os casos de uso e até que ponto seria interessante.

Exceto talvez se estiver ligado a uma Página, tornando assim possível alargar a difusão de um podcast.

O áudio está a ganhar terreno em todo o lado, quer seja um sistema de mensagens como o Slack, ou uma rede social como o LinkedIn.

Estando o Facebook no centro das nossas utilizações, onde marcas, personalidades e utilizadores se conectam, ofereceria novas possibilidades na criação de conteúdos.

Com o bónus adicional de uma nova dor de cabeça para os gestores das redes sociais.

Deixe um comentário